#PrecoJusto – eu apóio

Esse Felipe Neto é um bom garoto. Sobra arrogância, falta cabeça aberta, mas é um bom garoto.

Essa semana ele lançou no seu canal do Youtube uma campanha contra os preços abusivos que somos compelidos a pagar por culpa da carga imensa de impostos que cada produto carrega. No fim, ele só falou de produtos importados que interessam mais à classe média alta em torno dos seus 20 anos, MAS continua sendo uma boa intenção. Enfim, pode ser que ele tenha dado esses exemplos simplesmente porque são mais fáceis de mostrar o abuso que sofremos através de comparação com os países de fora. PODE SER.

Não fiz esse post pra falar mal do Felipe Neto, até simpatizo com ele. Mas simpatizei muito com a causa e estou aqui abraçando, quem saiba dessa vez seja possível quebrar a parede que separa “xingar muito no twitter” de um manifesto que realmente possa mudar nosso país pra melhor. Torço muito pra isso.

Entrem lá, pessoal. Só precisa do Nome, CPF (de verdade) e E-mail. Quem sabe podemos finalmente abolir pelo menos parte do estupro financeiro a que somos submetidos todos os dias.

www.precojustoja.com.br

Recomendação Musical – Kevin Gilbert

Bom, não sou muito de recomendar coisas, já que geralmente alguém acaba descobrindo por conta própria.

Mas esse material aqui, como é impossível de achar na internet, vou deixar disposto.

Kevin Gilbert é simplesmente foda – multi instrumentista, vocal, produtor. Produziu muita gente ‘importante’, como Madonna, Sheryl Crow, Michael Jackson. Só não foi frontman do Genesis porque morreu antes, por culpa de um fetiche estranho, asfixiofilia.

Lançou apenas um álbum solo (Thud), depois lançaram um álbum póstumo (The Shaming of the True). Procurei esses CD’s por tudo por aqui… mas só consigo importado sob encomenda, e a loja do exterior tem que encomendar o CD.

Aqui o seu primeiro CD – uma pérola, com certeza. Muito bem produzido, com músicas que vão do mais complexo ao mais pop, carregado de emoção e todo o sumo de criatividade do Sr. Gilbert. Espero que gostem! =D

Kevin Gilbert – Thud

  1. “When You Give Your Love to Me” – 3:20
  2. “Goodness Gracious” – 4:08
  3. “Joytown” – 4:53
  4. “Waiting” – 5:05
  5. “Tea for One” – 5:49
  6. “Shadow Self” – 6:66
  7. “The Tears of Audrey” – 4:47
  8. “Shrug (Because of Me and You)” – 3:54
  9. “All Fall Down” – 5:35
  10. “Song for a Dead Friend” – 5:56

O desespero sem motivos dos estudantes de Jornalismo

Como estudante de comunicação, acabei por esbarrar nessa notícia essa semana:

O Globo – STF derruba necessidade de diploma para ser Jornalista

Pra quem é preguiçoso, basta ler o link, pra ter uma idéia. Essa notícia desencadeou reações negativas da grande maioria de estudantes de jornalismo que conheço. Todos indignados, frustrados, abatidos. O que me espanta,  pois a meu ver isso tudo só traz mais vantagem pro estudante.

Sinceramente, não vejo diploma como prova de competência.

Na área de publicidade pessoas sem curso superior trabalhando não são nada raras, e mesmo assim isso não é motivo de preocupação para profissionais estudados. Afinal, o que torna alguém um bom profissional? Um pedaço de papel ou a força de vontade, capacidade de superação de obstáculos, competência?

Não devemos levar então só em conta o diploma, mas as qualidades em si:

-> Entre duas pessoas com o mesmo nível de estudo, tem mais chances a mais competente.

-> Entre uma pessoa com competência e sem estudo contra uma pessoa estudada mas sem essa vivência, é mais provável que a pessoa sem estudo tenha vantagem.

-> Mas com o nível de competência semelhante, o currículo faz a diferença.

Ou seja, não basta apenas confiarmos no curso que estamos fazendo, mas cabe a cada um buscar ser o melhor no que faz. Não pense que essa notícia traz desvantagem pra quem estuda, mas traz vantagem pra quem é bom no que faz. E se tu estuda, melhor ainda! Tem um diferencial a mais.

Essa notícia nada mais é que um estímulo maior para continuarmos estudando, aperfeiçoando habilidades e fazendo de nós mesmos o capital humano que toda empresa quer e precisa.

Nerd – cheguei, voltei, ou parei de negar?

Bom, pra quem me conhece não é complicado entender o título desse post. Minha nerdisse é clara para todos meus amigos, familiares, animais de estimação e para qualquer ser desse pequeno planeta que tenha um sopro de vida, exceto o ser que mais deveria se importar com isso: eu mesmo. Digo, assim é como costumava ser. Fui iluminado essa semana, e resolvi me assumir como tal (nerd – continuo tão hetero quanto eu mesmo). Como achei o caso interessante, resolvi tirar a poeira do blog e relatar. Vai que motivo alguns leitores a criar coragem pra assumir também…

Então.

Tenho notado uma estranha atividade no mundo. Confesso minha péssima habilidade em arranjar mulher, e acrescento aqui que meu grupo de fiéis amigos inclui indivíduos que são tão bons quanto eu nessa misteriosa arte. Quando não se tem paciência para adquirir as técnicas básicas, alguns apelam para uma técnica proibida, para a qual minha trupe foi atraída: Namoradas. Essa raça, que nada mais faz além de prender homens e sugar sua felicidade e energia vital, queima saudáveis amizades enquanto ri com prazer maléfico. Não as culpo, fizeram o que foram criadas para fazer. Não culpo meus amigos também, ficaria tentado também em ter um buraquinho (ou mais) garantido pra me enfiar.
O que quero expressar aqui é que há algumas semanas ando meio sozinho… as pessoas com quem saía de costume andaram se arranjando, logo já não tenho com quem sair. Meus últimos finais de semana têm apenas um cenário, que é o mesmo das minhas noites de sono. Foi aí que eu percebi o quanto que sou restrito com relação à vida social. O quanto dependo de um pequeno grupo.

Feita a primeira constatação, vamos para o acontecido. Eu e a minha fiel mochila fomos pra faculdade na última terça-feira. A temperatura estava agradável, frio o suficiente para colocar calças compridas, mas não o suficiente pra usar nada além de uma camisa de mangas curtas. Cheguei muito mais cedo que de costume, o que me deu muito tempo pra brincar com minha nova aquisição – meu rubik’s cube (a.k.a. cubo mágico). Ao bater o sinal me dirigi à sala, que já estava lotada, deixando apenas um lugar com tomada pra eu ligar meu EEE PC (que comprei exclusivamente pra usar de caderno) – de frente pra porta.

A professora, cuja simpatia conquistei sem muito esforço, pediu apenas pra que eu desse um jeito no fio, para que ninguém tropeçasse. Prontamente, tirei minha fita isolante da mochila, e prendi o fio na parede/chão, utilizando ângulos tão retos e precisos quanto se deve desenhar numa PCB. Ligado o netbook, conectei o modem e abri o conteúdo da aula do dia, para acompanhar de perto o que a professora explicava. E assim procedeu o resto da aula.

Intervalo: mais cubo.

Ao voltar do ‘recreio’, a professora propõe um trabalho em grupo. Como não conhecia ninguém nessa turma, tive que criar coragem e me atirar na selva de pessoas à procura de abrigo. Encontrei um grupo que faz Jornalismo, e um dos integrantes já tinha sido meu colega no primeiro semestre… povo legal. Me senti aliviado. Sinto pavor de trabalhos em grupo, mais por não confiar em ninguém. Sei que sou capaz de fazer tudo, e quase sempre é assim que acontece. Para minha felicidade, dessa vez fui agraciado com boas e competentes pessoas.

O trabalho necessitava a experiência de trabalho de uma das pessoas do grupo. Como meu perfil se encaixava perfeitamente com a tarefa, me voluntariei. Enquanto narrava meu ambiente de trabalho, uma das garotas do grupo olhou pra mim e disse:

“Tu é bem nerd, né?”

Oh Zeus, sempre estive acostumado com essa pergunta. Sempre tinha engatilhada uma dissertação de duas horas sobre o porquê de eu não poder ser considerado nerd. Quando tinha minha língua encostada no céu da boca, pronta pra jogar no ar o  fonema ‘N’, seguido de ‘ÃO’, olhei pro meu cubo (resolvido pela enésima vez no mesmo dia), e tive um insight:

Olha só o conteúdo exclusivo da minha mochila – Cubo, EEE PC, PSP, carregadores, alguns mangás ainda não lidos, dois livros didáticos, cabos, baterias externas, fita isolante, uma caneta,  moedas.

Minha vida social já tá resumida ali em cima, minha coleção de mangás/quadrinhos pesa mais do que eu, tenho 3 videogames, muitos instrumentos musicais. Sou chato pra criticar tudo, sei 36 algarismos de pi (só porque não me preocupei em saber mais), gosto de decorar CEP’s, telefones e números de icq, cronometro e calculo os tempos que faço de carro pra descobrir a trajetória mais eficiente nos meus destinos corriqueiros.  Muita coisa além disso, logicamente, mas é mais fácil de entender que explicar. Ok, eu sou um nerd.

Quando percebi, cortei minha negação ao meio: “nnnn… é. Eu sou mesmo. Além de ser alguém que nega demais”. E ficou por isso… quem sabe eu não tenha tirado um peso das minhas costas. Quem sabe você aí não precisa fazê-lo também. Sabe, não escrevi sobre isso porque faz alguma diferença na vida, muito pelo contrário.  Então pra que se importar com isso?

Edit: Cara, como eu detesto essas backslashes antes de aspas -.-

Como fazer emoticons animados para o MSN [+tutorial]

Ok, devido ao considerável sucesso do meu outro post sobre Como fazer emoticons Grandes pra MSN, e a promessa que fiz anteriormente, venho com outro tutorial explicativo sobre emoticons de MSN. Dessa vez, emoticons animados.

Você pode fazer isso com qualquer vídeo (tendo que converter em alguns casos – farei um tutorial sobre isso o mais rápido possível também), mas para tornar este tutorial realmente divertido, vou ensinar uma técnica legal bônus, que ando utilizando bastante, no final do tutorial, muito útil (pelo menos pras minhas criações de emoticons, hahah).

Consideremos que tu tenhas em mãos um vídeo em MPG, MPEG, AVI ou MOV (as câmeras comuns gravam em formatos simples, que não precisam ser convertidos). Esses formatos são todos aceitos pelo Photoshop, e és uma pessoa de sorte. Caso contrário, espera até amanhã, que eu faço meu tutorial de conversão de vídeo, edito isso aqui e todo mundo fica feliz.

Sem mais enrolações:

Material:

Vídeo
Photoshop CS3


Observação idiota: Clique nas imagens para aumentá-las.

PASSO 1. Abra o Photoshop, e vá em Arquivo > Importar > Video Frames to Layers (na versão em Português deve ser algo tipo Quadros de Vídeo para Camadas, ou algo menos tosco que isso); Na janelinha que aparece, escolhe o vídeo que tu quer abrir.

Se ele for válido, vai aparecer uma janelinha assim:

—————————————————————————-

PASSO 2. Aqui, já tens grandes oportunidades de escolha:

A primeira (Do Começo ao Fim), importa o vídeo inteiro;

Vai gerar algo assim:

———————-

A segunda (Apenas Área Selecionada),  importa o pedaço que tu selecionar (tem que segurar Shift, e arrastar a barrinha pela área que tu quer que seja importada); Exemplo:

Vai gerar algo assim:

———————-

A terceira, (Limitar a cada XXX Quadros) que é opcional, vai “pular” os quadros. Digamos que se selecionares ela e colocar 2, que é o padrão, o vídeo vai duplicar a velocidade. Ao colocar 4, ela fica mais rápida ainda, e etc.

Exemplo (botei 4 quadros na opção):

frenético, hahah

———————-

A quarta (fazer animação quadro-a-quadro) DEVE estar marcada, por motivos mais do que óbvios.

———————-

Depois de tudo certo, apertamos OK.

—————————————————————————-

PASSO 3. Beleza! Video importado! E agora?

Abra a guia de animação (Janela > Animação). Aqui podes trabalhar como quiser com a animação do teu gif. No final do tutorial eu tenho umas dicas bacanas de como fazer isso. Por enquanto, vamos considerar que a animação já está como tu queres (só apertar no play ali na guia de animação pra ver como está).

—————————————————————————-

PASSO 4. Agora, para não deixar o arquivo grande, vamos limitar o tamanho da imagem, para o padrão do MSN.

Vá em Imagem > Tamanho da Imagem, ou Alt+Ctrl+i (é i, não L)

Nessa janela, mude apenas a medida maior – geralmente é a largura – para 52 pixels. Apertando ok, temos o tamanho do gif desejado. Vai ficar parecido com isso:

—————————————————————————-

PASSO 5. Estamos chegando aos finalmentes. Só falta salvar e adicionar no MSN. Vá em Arquivo > “Save for Web & Devices” (desculpem, não sei o equivalente desse ítem em português. Eu uso Ctrl+Alt+Shift+S)

vai aparecer essa janela aqui:

é só deixar em gif, 256 cores, mexer na transparência se quiser (ela já está inclusa automaticamente, recomendo deixar lá) e partir para o abraço.

Observação idiota: Salve o arquivo em algum lugar que tu vá lembrar depois.

——————————–

ATENÇÃO: Esta próxima parte do tutorial é só pra quem não sabe colocar emoticons no MSN. Quem não se enquadra nesse grupo, pule para o final do post, ou vá embora. (e sim, eu copiei do meu outro tutorial, porque tava com preguiça)

——————————–

PASSO 6. No MSN, use uma das zilhões de técnicas de abrir a janela de customizar emoticons. Eu estou usando a velha técnica de abrir uma janela aleatória e mostrar os emoticons. Os que estão me seguindo, cliquem em Mostrar Tudo a partir dali. Pela janela principal, pode-se chegar no mesmo lugar em Ferramentas > Emoticons

Nessa janelinha, clique em Criar (Lógico²)

Na janela que aparece, ali no ítem 1, clique no botão Localizar Imagem. No diálogo que aparecer, ache o caminho do emoticon que tu fez. Clique em Abrir.

Dê um atalho para usar teu emoticon sem ter que ficar abrindo janelinha. Por exemplo, coloquei aí .ai, o que significa que toda vez que eu digitar .ai, o emoticon aparece. Clique em Ok.

—————————————————————————-

PASSO 7. VOILÁ! =]

No caso, esse é animado:

——————————–

—————————————————————————-

Vou dar uma pincelada rápida em umas coisas que eu acho legal, e talvez até importante na hora de fazer o gif:

Reverter os frames (vídeo ao contrário) – Útil se quiseres fazer um gif com vai e volta.

Exemplo:

——————————–

PASSO 1. Selecione, na guia de animação, todos os quadros, menos o primeiro e o último (Segurando Shift, clique no segundo e no penúltimo quadros; todos os que estão entre eles, inclusive eles, vão mudar de cor).

Clique no pequeno menu ali na lateral da guia animação, e vá em Copiar Quadros.

—————————————————————————-

PASSO 2. Agora, selecione apenas o último quadro, vá no menu da guia animação novamente e clique em Colar Quadros. Uma janela vai aparecer. Clique em Colar depois da seleção, depois em Ok.

—————————————————————————-

PASSO 3. Os quadros que acabou de colar estarão selecionados. Se este não for o caso, selecione, com o princípio do Shift + Clique novamente. No meu caso, foram os quadros de 17 a 30.

—————————————————————————-

PASSO 4. Com eles selecionados, vá no menu da guia animação, clique em Reverter Quadros.

—————————————————————————-

PASSO 5. Pronto! Para salvar e colocar no MSN, use os mesmos processos que eu expliquei ali em cima no tutorial.

Redimensionado para MSN:

——————————-

—————————————————————————-

Em breve aqui neste post, minha técnica favorita – emoticons feitos com Webcam – Volta aqui daqui a algumas horas (ou amanhã) que prometo que vai estar aqu.

Por enquanto, espero que tenham aproveitado. Qualquer dúvida, sugestão, comentário irado sobre “Quero ressarcimento, Sr. Penga – fui mexer no Photoshop e queimei a fonte do PC”, estou à disposição- comente! =D

Como fazer emoticons grandes pro MSN [+tutorial]

Desde tempos remotos, quando personalizar emoticons para o msn começou a ser permitido, virei um produtor de pequenas emoções em 52×52 pixels, um artista da humanização de Instant-Messaging. Porém junto com o reconhecimento, vem a curiosidade de diversos amigos virtuais, afinal… se o “artista” simplesmente usar uma jpg 52×52 pra fazer o emoticon, ele vai ser reduzido e o conceito imaginado pelo autor vai ficar irreconhecível; Então sempre leio (ou escuto) algo como:

“HEY penga como tu faz isso?”

“comofas pra deixar emoticon grande assim?”

“Penga, ich denke das du bist sehr schön. Willst du fick mit mir??”

etc.

Então resolvi fazer o Grande Tutorial do Emoticon Grande para MSN, com Screenshots para ajudar mais ainda. Este tutorial ensina a fazer emoticons grandes de 52×52 com imagens paradas, mas os mais espertos notarão que animar a partir disso é muito simples. Se quiser fazer emoticons animados, confira meu outro post, sobre Como fazer emoticons ANIMADOS para MSN.

Ok, chega de enrolação, mãos à obra!

Programa utilizado: Adobe Photoshop CS3

(quem é preguiçoso ou não tem Photoshop, pule para o final do post)

Pode clicar nas imagens para ampliar, ok? ;D

1. Com o Photoshop aberto, abra a imagem da qual tu queres fazer o emoticon (não preciso ensinar o caminho todo Arquivo > Abrir > clicar na imagem, né?)

2. Selecione a parte da imagem que você quer (se for inteira, selecione tudo) e copie (Ctrl+C, Editar > Copiar, essas coisas😛 )

3. Crie um novo arquivo (Arquivo > Novo) com o tamanho 52×52 pixels, resolução de 72 dpi

4. Cole a tua seleção ( Ctrl+V, ou Editar > Colar). É quase certo que ela ficara menor ou maior que a tela disponível.

5. Para ajustar isso, eu uso o “Transformação Livre” (Editar > Transformação Livre, ou sei lá como está na versão em português. Use o Ctrl+T que é mais fácil😀 ) – Coloque a âncora no canto superior esquerdo (aquela gradezinha ali destacada na imagem), daí a imagem não foge enquanto se trabalha o tamanho dela. Clique na correntinha (destacada ali também) para a imagem mudar proporcionalmente tanto na largura como na altura, ao mexer ali nas porcentagens.

Para o meu emoticon ficar do jeito que eu queria, eu mudei para 44% do tamanho original. Finalize com [Enter].

6. Ok, agora vem a parte que separa os emoticons pequenos dos emoticons grandes. Abra a barra de ferramentas de animação. (Janela > Animação). Ela deve pular aí na tua tela.

7. Clique em Duplicar o Quadro Selecionado destacado na imagem. Um novo quadro igual vai aparecer (LÓGICO)

8. COM O SEGUNDO QUADRO SELECIONADO (tá em maiúsculo e negrito porque é IMPORTANTE), duplique a camada que tem a imagem do teu emoticon (pode ser clicando com o botão direito na camada + Duplicar camada, como na imagem, mas eu uso Ctrl+J).

9. Se tu fez certinho, ao fazer qualquer coisa na segunda camada, só o segundo quadro munda (como na imagem).

10. Agora é barbada: Só salvar. Vá em Arquivo > “Save for Web & Devices” (desculpem, não sei o equivalente desse ítem em português. Eu uso Ctrl+Alt+Shift+S)

vai aparecer essa janela aqui:

é só deixar em gif, 256 cores, mexer na transparência se quiser (ela já está inclusa automaticamente, recomendo deixar lá) e partir para o abraço.

Observação idiota: Salve o arquivo em algum lugar que tu vá lembrar depois.

——————————–

ATENÇÃO: Esta próxima parte do tutorial é só pra quem não sabe colocar emoticons no MSN. Quem não se enquadra nesse grupo, pule para o final do post, ou vá embora.

——————————–

11. No MSN, use uma das zilhões de técnicas de abrir a janela de customizar emoticons. Eu estou usando a velha técnica de abrir uma janela aleatória e mostrar os emoticons. Os que estão me seguindo, cliquem em Mostrar Tudo a partir dali. Pela janela principal, pode-se chegar no mesmo lugar em Ferramentas > Emoticons

Nessa janelinha, clique em Criar (Lógico²)

Na janela que aparece, ali no ítem 1, clique no botão Localizar Imagem. No diálogo que aparecer, ache o caminho do emoticon que tu fez. Clique em Abrir.

Dê um atalho para usar teu emoticon sem ter que ficar abrindo janelinha. Por exemplo, coloquei aí .ai, o que significa que toda vez que eu digitar .ai, o emoticon aparece. Clique em Ok.

12. VOILÁ! Temos um emoticon grande! =]

——————————–

Esta é a técnica que eu uso e acho mais legal, pois dá chances de fazer muita coisa legal =D

Uma maneira mais rápida, menos complexa, mas com pouquíssimos recursos é o http://www.emoticu.com/

De qualquer forma, espero ter ajudado =]

Qualquer dúvida ou sugestão, usem os comentários, mandem e-mail ou pombo correio, etc. Obrigado pela paciência e espero que se divirtam! ^^