O desespero sem motivos dos estudantes de Jornalismo

Como estudante de comunicação, acabei por esbarrar nessa notícia essa semana:

O Globo – STF derruba necessidade de diploma para ser Jornalista

Pra quem é preguiçoso, basta ler o link, pra ter uma idéia. Essa notícia desencadeou reações negativas da grande maioria de estudantes de jornalismo que conheço. Todos indignados, frustrados, abatidos. O que me espanta,  pois a meu ver isso tudo só traz mais vantagem pro estudante.

Sinceramente, não vejo diploma como prova de competência.

Na área de publicidade pessoas sem curso superior trabalhando não são nada raras, e mesmo assim isso não é motivo de preocupação para profissionais estudados. Afinal, o que torna alguém um bom profissional? Um pedaço de papel ou a força de vontade, capacidade de superação de obstáculos, competência?

Não devemos levar então só em conta o diploma, mas as qualidades em si:

-> Entre duas pessoas com o mesmo nível de estudo, tem mais chances a mais competente.

-> Entre uma pessoa com competência e sem estudo contra uma pessoa estudada mas sem essa vivência, é mais provável que a pessoa sem estudo tenha vantagem.

-> Mas com o nível de competência semelhante, o currículo faz a diferença.

Ou seja, não basta apenas confiarmos no curso que estamos fazendo, mas cabe a cada um buscar ser o melhor no que faz. Não pense que essa notícia traz desvantagem pra quem estuda, mas traz vantagem pra quem é bom no que faz. E se tu estuda, melhor ainda! Tem um diferencial a mais.

Essa notícia nada mais é que um estímulo maior para continuarmos estudando, aperfeiçoando habilidades e fazendo de nós mesmos o capital humano que toda empresa quer e precisa.